Volte ao SPIN
SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Artigo Recomendado Por IV Avatar do Rio Meia Ponte: Folha (*) vai à Unicamp e não pergunta pelo diploma do Serra

Olá jose carlos lima,

A seguinte notícia do site Conversa Afiada - Folha (*) vai à Unicamp e não pergunta pelo diploma do Serra foi enviada para você por IV Avatar do Rio Meia Ponte (josecarloslim70@gmail.com)
Comentário:
N/A
Folha (*) vai à Unicamp e não pergunta pelo diploma do Serra
Postado Por redacao Em 13 de setembro de 2010 (8:30) Na Categoria PiG

Cadê o diploma dele, Dra Cureau ?


A Folha (*) foi ao Rio Grande do Sul e entrevistou o espião que, no regime militar, fazia a campana da Dilma.

A Folha (*) confeccionou a ficha falsa da Dilma.

A Folha (*) foi ao Superior Tribunal  Militar pedir a investigação que o regime militar fez da Dilma.

A Dilma tinha pedido antes, e o STM negou à própria Dilma.

Como diz o Conversa Afiada, a Folha (*) ainda vai entrevistar o torturador da Dilma para saber como ela se comporta sob pressão.

A Folha (*) nunca quis saber como foi o atentado ao Aeroporto de Guararapes, em Recife, atribuído à organização a que o Zé Baixaria pertencia.

A Folha (*) não tratou dos assaltos a banco organizados pelo candidato (**) do Zé Baixaria ao Senado, em São Paulo.

Mas, a F olha, sempre tão diligente, foi à Unicamp vasculhar o curso de pós-graduação da Dilma.

Conclui que ele foi boa aluna em "capitalismo" e péssima em "keynesianismo".

Informação crucial !

Essa Folha (*) é imbatível.

De fato, seria imperdoável chegar às eleições sem que se soubesse disso.

Interessante, porém, que a Folha (*) não aproveitou a viagem à Unicamp para pegar o diploma do Serra.

O Serra deu aula na Unicamp montado num diploma de economista que ele não tem.

A Folha (*) poderia ter prestado este outro relevante serviço à causa da transparência.

Em lugar de proteger um ato de falsidade ideológica.

O Serra não tem diploma de economista nem de engenheiro que possa ser usado no Brasil.

P ortanto, ele não pode dizer à Justiça Eleitoral que é "engenheiro" e "economista", como já disse, em diferentes ocasiões.

Como diz que é o pai dos genéricos, do programa anti-Aids, do FAT, do seguro desemprego, das férias remuneradas, do 13º. , do voto feminino, da fundação da Petrobrás, da penicilina, do Band-Aid, do papel higiênico (de duas folhas), e da pasta dental.

Ele diz qualquer coisa.

E a Folha (*) também.

Paulo Henrique Amorim


(*) Folha é um jornal que não se deve deixar a avó ler, porque publica palavrões. Além disso, Folha é aquele jornal que entrevista Daniel Dantas DEPOIS de condenado e pergunta o que ele achou da investigação; da "ditabranda"; da ficha falsa da Dilma; que veste FHC com o manto de "bom caráter", porque, depois de 18 anos, reconheceu um filho; que avacalha o Presidente Lula por causa de um  comercial de TV; que publica art igo sórdido de ex-militante do PT; e que é o que é,  porque o dono é o que é; nos anos militares, a Folha emprestava carros de reportagem aos torturadores.

(**) Além de acompanhar o destino eleitoral deste candidato do jenio ao Senado em São Paulo, valeria a pena acompanhar o destino de três outros candidatos escolhidos pelo dedazo do jenio: Jarbas Vasconcelos em Pernambuco; Fernando Gabeira no Rio; e Luiz Paulo Velloso Lucas, no Espírito Santo. Esses são da cota pessoal do jenio.

Nenhum comentário: