Volte ao SPIN

sábado, 9 de outubro de 2010

Tremor no coração do Brasil

Sismólogo da UnB diz que há possibilidade de novos tremores - Foto: Ilustração/Google
Sismólogo da UnB diz que há possibilidade de novos tremores - Foto: Ilustração/Google
            Tremor de terra atinge Brasília e Goiás e durou cerca de 30 segundos
Um terremoto de 5 pontos na escala Richter foi registrado no Centro-Oeste brasileiro pelo instituto norte-americano USGS. O epicentro foi na região entre Tocantins e Goiás, próximo à cidade de Mara Rosa, na divisa de Goiás com Tocantins, há 550 km de Brasília.
Em Goiás, de acordo com o soldado Eduardo Silva, do Corpo de Bombeiros de Porangatu (GO), moradores de várias cidades da região sentiram o tremor e ligaram para a corporação perguntando se houve alguma explosão ou algum acidente. Segundo Silva, os bombeiros receberam ligações das cidades de Porangatu, Santa Tereza e Mutunópolis, em Goiás. De acordo com o bombeiro, não foi necessário deslocar nenhum carro para atendimento.
O tremor de terra deixou moradores das cidades de Campinorte, Porangatu, Mara Rosa e parte do Setor Central, Universitário e Oeste, em Goiânia, assustados. Segundo a Defesa Civil, essas foram as regiões onde foi possível sentir com mais nitidez o abalo sísmico. Em Goiânia, o tremor atingiu prédios públicos como Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Ipasgo e edifícios com mais andares.
Em Campinorte, o tremor de quase 10 segundos atrapalhou a festa de aniversário da cidade. Segundo o agropecuarista Sebastião Elói, aproximadamente mil cavaleiros estavam a desfilar pelas ruas do Centro da cidade, quando o chão "balançou". "Nós ficamos sem entender. Os animais ficaram assustados", conta. De acordo com Sebastião, essa não é a primeira vez que a terra treme no município. "Na (última) quarta-feira nós sentimos só que menos intenso que desta vez", revela o agropecuarista.
Foto: Ilustração/Google
Foto: Ilustração/Google
Na cidade de Mara Rosa, o abalo prejudicou o comércio. De acordo com Donizete Araújo, dona de um supermercado do município, o tremor derrubou mercadorias e causou prejuízos financeiros. "Quando eu cheguei as garrafas de vinho, refrigerante e enlatados estavam todos no chão. Só ficaram nas prateleiras arroz e açucar porque são mais pesados", relata.
Distrito Federal

Moradores do Distrito Federal afirmaram, via internet, que na tarde de hoje teriam sentido o chão tremer por volta das 17h15min. Há relatos do suposto terremoto no Plano Piloto, Santa Maria, Águas Claras e Taguatinga, entre outras regiões.
Prédios públicos foram evacuados na capital, como o do Ministério das Cidades e do Tribunal de Justiça do Distrito Federal (DF), mas a Defesa Civil e a Polícia Militar do DF não registraram ocorrências, apesar de terem recebido diversos telefonemas.
Primeiro tremor da semana

Na última segunda-feira (04), também foram registrados tremores na região de Mara Rosa, Campinorte e Estrela do Norte. O abalo foi registrado pelo Observatório Sismológico da Universidade de Brasília e alcançou magnitude de 3,6 numa escala que vai de 1 a 9. O fenômeno, de acordo com o observatório, foi provocado por uma falha geológica que fica entre o norte de Goiás e sul do Tocantins.
Histórico

O maior terremoto documentado no país ocorreu em 1955, em Porto dos Gaúchos, na Serra do Tombador (MT), e teve magnitude 6,6 na escala Richter. Os terremotos mais destrutivos deste ano aconteceram no Haiti (magnitude 7, em 12 de janeiro) e no Chile (magnitude 8,8, em 27 fevereiro). Mais de 226 mil pessoas morreram em 2010 vítimas de terremotos. (Diário da Manhã/Online com adaptações)

http://routenews.com.br/index/

Meu comentário

Prédios públicos, como o da Justiça Eleitoral em Goiânia e Brasília, balançaram
Funcionários sairam às pressas
No momento do tremor senti náuseas
Deve ser por causa das baixarias do candidato-spam (Zé Serra)
Nem a Terra tá aguentando

Nenhum comentário: