Volte ao SPIN

terça-feira, 5 de outubro de 2010

O plebiscito de 31 de outubro

No primeiro turno, Dilma vence com mais de 46% dos votos
FOTO: Roberto Stuckert Filho

No primeiro turno, Dilma vence com mais de 46% dos votos

A decisão sobre que caminho o Brasil deve seguir foi adiada
Agora é plebiscito dia 31 e outubro
Neste dia os brasileiros diremos SIM ou NÃO para a continuidade das politicas de Lula

A hora é agora, ou façamos cada um de nossa parte ou o Brasil naufraga em 31 de outubro
Caso não trabalhemos com afinco perderemos o bonde da história neste 31 de outubro

Vamos fazer desta campanha uma forma de esclarecer e politizar a população
No dia de votação o que vi de gente desinformada sobre o governo Lula não está no gibi
Para não caracterizar boca-de-urna, conversei com várias pessoas após terem votado
E muitos diziam "ah, ninguém nunca faz nada por mim" embora carregasse nas mãos a chave do carro comprado com os incentivos e linhas de crédito do governo Lula

Nem atentaram para a melhora, para todos, do poder aquisitivo
Portanto este segundo turno tem este lado bom, o de politizar e esclarecer mais as pessoas para o plebiscito de 31 de outubro
As pessoas estão desinformadas sobre os avanços do governo Lula
Tive a impressão de que as pessoas pensam que gostam de Lula devido às suas lindas pernas e não  por causa de mais comida na mesa para todos

Outros me disseram "ah, a Dilma não vai seguir a política de Lula" no que respondi: ah meu filho, ela já está seguindo! Tá ai o PAC, a banda larga para todos, o pre-sal, a petrobras arrecadando mais de 100 milhões sem precisar ser privatizada como fez fhc com a Vale.
Quem vc acha que vai continuar a política de Lula? O Serra ou a Dilma, que já fez e vai continuar fazendo, não vai detonar o PROUNI, o Bolsa Familia que tira as crianças pobres das beiras das estradas e as coloca nas escolas
Pense nisso, pense na importância do plebiscito de 31 de outubro,

Amigos e amigas, não há muito tempo para conjecturas, vamos colocar urgente a campanha do plebiscito nas ruas,
Não temos muito tempo agora para conjecturas
Neste segundo turno temos que conversar com as pessoas que só se informam pela velha midia, e são milhões

O nosso papel como formadores de opinião é fazer emergir das urnas um Brasil mais consciente de si e sabedor do caminho a seguir no histórico referndum de 31 de outubro
Sim, depois de anos de desinformação, o período de 30 dias é insuficente para esclarecermos o eleitorado sobre tudo
Por outro lado é tempo suficiente para que as pessoas saibam o  porque do SIM x NÃO para o Brasil continuar mudando

Nenhum comentário: