Volte ao SPIN

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

É inacreditável o cinismo de Serra, querendo se passar como candidato do Lula


"A pior coisa é querer ser o que você não é. Tenho que ser como sou. Prefiro ter uma cara só." A frase foi dita pelo então pré-candidato à Presidência, José Serra, em entrevista à Folha em abril".

Quando todos pensavam que o desespero de José Serra tinha limite... Passou o limite de sua própria dignidade como ser humano, Serra!Está se humilhando publicamente,tentando subir na garupa do Lula

O candidato José Serra tem muito mais do que duas caras.No programa televisivo da noite ontem (quinta-feira 19), o candidato do PSDB à Presidência, José Serra, apareceu ao lado do Presidente Lula

Não foi a primeira menção da campanha do PSDB ao presidente Lula. Em programa anterior, jingle tucano vendia a seguinte ideia: "Quando o Lula da Silva sair, é o Zé que eu quero lá".

Já no programa de rádio, José Serra mostra outra cara.Atacou o governo , afirmou que o governo Lula  não apoia clínicas de combate a drogas criadas pelo governo tucano em São Paulo.De dia ,Serra diz que o PT é ligado as farcs, a  noite,  Serra usa Lula  do PT em seu programa eleitoral. Mas, Lula não é do PT a noite?. Então Serra está também  ligado as farcs?

Os leitores desse blog estão revoltados  com o candidato da oposição José Serra, que passou 8 anos atacando o governo Lula ,o Presidente mais popular da história do Brasil, e agora, na campanha eleitoral, usa imagem do adversário para tentar se salvar da derrota nas urnas

O Serra perdeu a vergonha de vez.

O Lula está colocando José Serra e PSDB de joelhos

O PT anunciou que irá entrar com uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra o PSDB pela utilização de imagens do Presidente no programa do José Serra (PSDB).

O artigo 54 da Lei Eleitoral (9.504) proíbe a aparição, nos programas de rádio e TV, de pessoas filiadas "a outra agremiação partidária ou a partido integrante de outra coligação".

José Serra está cometendo estelionato eleitoral, ao tentar induzir a boa fé das pessoas de que ele é amigo do Lula

Brizola Neto: desespero bateu. Serra usa falso Lula no rádio




Do blog Tijolaço

Desespero bateu. Serra usa falso Lula no rádio

Por Brizola Neto
Serra partiu para a baixaria. E, como é típico dele, sem botar a cara. No rádio, onde a associação com sua figura é menor, está usando os espaços para partir para cima de Dilma. E, claro, depois da Elba falsa e  das  favela falsa, agora com uma voz falsa de Lula, um tal de “Zeca”, que imitando a voz do presidente,  elogia Serra.
Não me ocorre outra expressão que não a de estelionato eleitoral para definir o que é isso.
Mas o programa de rádio não  pára por aí.
Tem uma musiquinha, em ritmo de baião, dizendo:
“Ninguém sabe de onde veio, ninguém sabe o que ela fez/ mas diz que é dona de tudo, o Brasil inteirinho foi ela que fez/ Dona Dilma pega leve, porque o povo está reparando/ Tira a mão do trabalho do Lula, tá pegando mal que o Brasil tá olhando/ Tudo o que o Lula criou, ela diz: fui eu, fui eu/ Aquilo que é coisa do Lula a Dilma diz é meu, é meu”
O Serra é isso, um homem capaz de qualquer coisa, um inescrupuloso que manda fazer isso e vai para a televisão dizer que quer discutir propostas.
Do cinismo do “Serrinha lulista” a isso foram apenas dois meses. Nos próximos 45 dias, porém, você vai ver mais mudanças. Seres como o Serra acabam por revelar sua verdadeira face, não importa quantas máscaras procurem usar.



A vingança de Luiz Inácio

 Por Eduardo Guimarães, em seu blog

Luis Inácio deve estar saboreando cada segundo da mais completa rendição de José Serra, do PSDB e da mídia àquele que mais odeiam, ele mesmo, um pernambucano que, na idade adulta, converteu-se em Lula, de longe o presidente da República mais popular da história do Brasil.

Os supracitados adversários políticos de Luiz Inácio passaram décadas insultando esse homem de todas as formas. Chamaram-no de ladrão (mensalão), de beberrão (Larry Rohter), de apedeuta (Esgoto da Veja), de anta (Diogo Mainardi), de assassino (Folha no desastre da TAM), de estuprador (Folha e o “menino do MEP”)…

Uma geração inteira cresceu lendo e escutando Luiz Inácio ser insultado de todas as formas e acusado de tudo o que se possa imaginar.

Depois de Collor, em 1989, e de FHC, em 1994, em 2002 José Serra “ascendeu” ao posto máximo da direita contemporânea, o de “anti-Lula”. Desde então, não desceu mais do pódio. Esteve por trás de todos os ataques mais virulentos feitos ao presidente da República durante os últimos sete anos e tanto.

As relações do tucano com os agressores mais contundentes do primeiro mandatário da República são tão conhecidas que é possível achar até fotos dele na internet abraçado a alguns.

Durante a maior parte da década de 1990 até início dos anos 2000, Luis Inácio sempre foi comparado com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, intelectual de renome internacional que o derrotou em duas eleições seguidas. A superioridade de FHC sobre ele foi cantada em verso e prosa até o limite do insuportável nos discursos tucano-midiáticos.

Luiz Inácio e seu povo chegam a 2010 com motivos para dar boas gargalhadas. Os que insultaram o mais eminente político petista durante décadas e que o preteriram tantas vezes em favor de FHC, hoje têm que homenagear o antigo desafeto em seus programas eleitorais e que esconder o antigo favorito.

A vingança de Luiz Inácio não poderia ser mais doce.

http://www.blogcidadania.com.br

Nenhum comentário: