Volte ao SPIN
SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

FHC e o o escândalo Vale do Rio Doce

O prejuízo infindo da venda da Vale

Clique para ampliar e ver como fica o lucro da Vale
Acabo de ler na Folha.com que pela primeira vez a Vale ultrapassou a Petrobras como a maior empresa exportadora brasileira, nos primeiros sete meses do ano, graças à alta do preço dos minérios.

Essa notícia nos revela uma vez mais o imenso potencial da Vale, quando se completam 13 anos da venda da Companhia Vale do Rio Doce por Fernando Henrique Cardoso a preço de banana.

A maior mineradora do país, orgulho nacional e símbolo da Era Vargas que Fernando Henrique tanto se empenhou em destruir, foi vendida por meros US$ 3,3 bilhões, o que ela fatura atualmente em apenas um trimestre. Só no segundo trimestre desse ano, o lucro líquido da Vale foi de US$ 3,75 bilhões.

Antes que algum privatista de plantão alegue que o faturamento da Vale atualmente se deve a alguma eficiência de gestão, é bom ressaltar que a empresa já era grande quando estava em mãos do Estado e que seu crescimento nos últimos anos se apoiou essencialmente no aumento da demanda por minérios, sobretudo da China e sua gigantesca expansão.

Assim como a Petrobras é uma das maiores empresas de petróleo do mundo e atua de acordo com os interesses do povo brasileiro e não de seus acionistas privados, a Vale seria de importância estratégica para o governo na sua política industrial e social.

De minha parte, lutarei sempre contra este crime de lesa-pátria, e como parlamentar insistirei numa CPI para investigar a privatização da Vale. O gráfico que reproduzo acima foi feito em 2007, quando a privatização criminosa completou 10 anos. Acredito que agora, com mais informação, o percentual do brasileiros favoráveis à retomada da companhia seja ainda mais elevado.

É sempre importante lembrar que a privataria generalizada das empresas públicas brasileiras não foi obra apenas de Fernando Henrique Cardoso, mas de todo o seu governo, e de um integrante em particular, que, entre outras mentiras, tenta se passar às vezes como estatista, mas foi o maior incentivador da venda da Vale, nas palavras do próprio presidente-vendedor

Seu nome é José Serra.



Meu comentário

Só não entendo pq FHC ainda não foi preso por causa deste crime.
Senão vejamos
FHC encomendou uma pesquisa a uma empresa internacional a qual identificou com bastante clareza que a empresa teria seu preço multiplicado por várias vezes por causa da valorização do aço, da demanda da China etc
Se FHC sabia disso ele não deveria ter vendido a Vale
A Telebras também teve seu preço depreciado por FHC, só de imóveis dá prá arrecadar o preço pelo qual a Telebrás fo vendida
Ai estes picaretas aparecem na TV agora em poses angelicais
Então tá…

E o que deixa o crime de FHC ainda mais grave é que, como conta-nos Byondi, antes de privatizar a Vale, FHC investiu uns 35 bilhões de reais que, se não me engano, para facilitar o golpe, valia 1 dólar.
Depois de investir 35 bi na empresa, depois de assumir encargos fiscais e trabalhistas, o BNDES deu a grana, ou seja, os 3 bi, para que os sortudos aceitassem ficar com a Vale
Não podemos chamar isso de privatização ou venda
Foi esculacho total isto que os tucanos aprontaram contra os brasileiros
Agora querem voltar para repetir o mesmo com as reservas do pre-sal
Não podemos permitir o retorno deste larápios

http://www.tijolaco.com/?p=23964

Nenhum comentário: