Volte ao SPIN
SPIN01 SPIN02 SPIN03 SPIN04 SPIN05 SPIN06 SPIN07
SPIN08 SPIN09 SPIN10 SPIN11 SPIN12 SPIN13 SPIN14
SPIN15 SPIN16 SPIN17 SPIN18 SPIN19 SPIN20 SPIN21
SPIN22 SPIN23 SPIN24 SPIN25 SPIN26 SPIN27 SPIN28
SPIN29 SPIN30 SPIN31 SPIN32 SPIN33 SPIN34 SPIN35
SPIN36 SPIN37 SPIN38 SPIN39 SPIN40 SPIN41 SPIN42
SPIN43 SPIN44 SPIN45 SPIN46 SPIN47 SPIN48 SPIN49
SPIN50 SPIN51 SPIN52 SPIN53 SPIN54 SPIN55 SPIN56
SPIN57 SPIN58 SPIN59 SPIN60 SPIN61 SPIN62 SPIN63

SPIN64 SPIN65 SPIN66 SPIN67 SPIN68 SPIN69 SPIN70
SPIN71 SPIN72 SPIN73 SPIN74

sábado, 14 de agosto de 2010

Lance rápido


Não podemos negar que Zé Serra é apoiado por 4 partidos: Roberto Jefferson (uma vez que do PTB somente RF apoia Zé Serra), PSDB, DEM e PIG (Partido a Imprensa Golpista, este formado pelo cartel Veja, Folha, Globo, Folha e, o nem tanto engajado Estadão mas também parte do partido)


Destes,  o PIG é o mais forte, com influência no eleitorado, por sinal a entidade que representa as empresas de comunicação, através de uma senhora de nome Judith, afirmou que os partidos de oposição são fracos e que a imprensa teria que assumir tal papel, o que é um atentado à CF, pois reza a lei maior que a Globo, por ser concessionária de serviço público tem que ser imparcial, tal como uma empresa de transporte público ou que forneça água ou energia para o cidadão, pois imagina só a insegurança que causaria um ônibus carregando somente tucanos. As redes de TV são obrigadas a seguir o mesmo modelo para as demais concessionárias de serviço público.

O que me indigna é que ninguém enfrenta estes criminiosos, o Ministério Público Eleitoral já deveria ter enquadrado a Globo e, se não faz isso, a nossa democracia corre risco, estas eleições podem ficar seriamente ameaçadas, o que será um grande prejuizo para o Brasil.

Desde quando somos obrigados a votar no candidato do PIG só porque ele é mais bonito do que a ministra Dilma

P.S. 1 - ah sim, o link para a imagem  acima

P.S.2 -  Comentários no Blog do Eduardo Guimarães, já linkado anteriormente:

Miguel Oliveira:
Duas coisas: primeiro, ele não é mais bonito que os outros. Segundo, acho que a justiça nada faz porque não é provocada. Essa provocação deve caber ao PT, em minha opinião.

Elias São Paulo SP:
O "nem, tanto engajado Estadão" na 1ª página de hoje, sábado: Fala da pesquisa Datafolha, mas só publica vantagem de Alckmin, nada de Dilma 41% e Serra 33%. Não se iluda, jornalão, revistão, rádio e televisão nadam de braçada no mesmo esgoto.

IV Avatar:
Miguel e Elias, obrigado pelas informações, de fato o Estadão está engajadíssimo, quanto a feiura o figura ganha disparado de todos

Um bom fim de semana,


Do blog do  Paulo Henrique Amorim:

Classe C pode eleger o Piñera, depois da Dilma.
Ley de Médios já !
                             Piñera: Dantas ou Collor ? Ou os dois ?

Este Conversa Afiada discutiu recentemente o papel da Classe C na eleição – “A Classe C vai eleger a Dilma e, depois, o Berlusconi ?”

E o que pode vir depois: a mesma Classe C eleger um Berlusconi.

Essa reflexão nasceu de uma conversa com o meu cunhado, o Dany, que, na sequência, ofereceu outras ponderações a partir do exemplo chileno.

Aqui vai o e-mail que ele me mandou. (A tradução não é ao pé da letra.)

As classes médias brasileiras parecem incapazes de perceber que sua fantástica ascensão é o resultado da política de Lula e que, de um golpe, as próximas eleições (ou as que se seguirem) podem reservar dolorosas surpresas.

Eu acrescento um caso clinico dos efeitos desta despolitização num país vizinho do Brasil.

No Chile, a presidente de esquerda, Michelle Bachelet desfrutava de uma aprovação próxima de 70%.

Ela adotou uma política keynesiana corajosa em pleno contexto ultraliberal (*) e melhorou significativamente a sorte das classes médias, além de fortalecer serviços públicos como a Educação e a Saúde.

Porém, o candidato de esquerda à sucessão de Bachelet foi derrotado por um golden boy, Sebastián Piñera.

Piñera é admirador de Berlusconi e de Menen, se envolveu em vários escândalos, é proprietário (**) da Lan Chile, da cadeia de televisão Chilevision, e detentor de fortes participações no Colo-Colo, lendário clube de futebol chileno, e em quase todos os setores imagináveis da economia chilena: construção civil, fundos de pensão, postos de gasolina, bancos, vinhedos, telefonia, seguro saúde etc.

Evidentemente, logo que assumiu Piñera trouxe para o Governo antigos colaboradores do regime de Pinochet.

Bachelet simplesmente se esqueceu de que o desenvolvimento econômico não basta.

É importante formar e informar (***) a população, ou seja, politizá-la, para que possa perceber com clareza onde estão os seus verdadeiros interesses.

Acho que vale a pena meditar sobre isso, no Brasil.

Até o próximo bacalhau e, sobretudo, uma boa caipirinha.

Abraços

Dany

Em tempo: o Brasil já tem o seu Piñera. O “brilhante” Daniel Dantas. Mas, talvez, antes das eleições de 2014, ele passe a ver o sol nascer quadrado.


(*) Como se sabe, o ultra-neo-liberalismo de Serra e FHC nasceu dos “Chicago Boys” do Pinochet. (PHA)

(**) Piñera cumpriu compromisso de campanha e vendeu as ações que tinha na Lan Chile.

(***) É por isso que, ou a Dilma ou faz uma Ley de Médios, ou dança. Ela não é o Lula, que levou o PiG (****) no bico.

(****) Em nenhuma democracia séria do mundo, jornais conservadores, de baixa qualidade técnica e até sensacionalistas, e uma única rede de televisão têm a importância que têm no Brasil. Eles se transformaram num partido político – o PiG, Partido da Imprensa Golpista.

http://www.conversaafiada.com.br/mundo/2010/08/14/classe-c-pode-eleger-o-pinera-depois-da-dilma-ley-de-medios-ja/

Nenhum comentário: